21.11.2015

“Em nome de Deus”: Padre abre Festival Literário de Belmonte

«Para muitas pessoas ligadas à literatura, cinema, teatro, pintura e artes, a Igreja ainda é vista como algo secundário e que nada tem a ver com esses âmbitos. Isso sucede, possivelmente, porque durante muitos anos talvez a Igreja se tenha colocado à parte e entrado numa atitude de reivindicação de um espaço que não é só dela. Ciência, cultura e fé não são incompatíveis; pelo contrário, são realidades que se completam», frisou o padre Carlos Lourenço.

 

Um reino que liberta, um rei que se faz servo: Meditação sobre o Evangelho de domingo

Um reino que liberta, um rei que se faz servo: Meditação sobre o Evangelho de domingo

Os servos dos reis combatem por ele. No seu reino acontece o inverso, o rei faz-se servidor: não vim para ser servido, mas para servir. Não esmaga ninguém, esmaga-se a si mesmo; não derrama o sangue de ninguém, derrama o seu sangue; não sacrifica ninguém, sacrifica-se a si mesmo pelos seus servos. O rei é visível lá, na cruz, com os braços abertos, onde tudo dá de si e nada toma. Onde morre obstinadamente amando. E Deus o fará ressurgir, para que aquele corpo esmagado se torne canal para nós, e nada daquele amor se perca.

 

Igreja deve saber «inquietar» e «animar», diz papa, que destaca exemplo de casal de leigos

Igreja deve saber «inquietar» e «animar», diz papa, que destaca exemplo de casal de leigos

«Que podemos fazer? Antes de tudo, é preciso ultrapassar a resignação que paralisa», afirmou o papa, que apontou para a inspiração «da vida dos primeiros cristãos», como Priscila e Áquila, «colaboradores fiéis de S. Paulo». «O exemplo destes “voluntários” pode fazer-nos refletir, tendo em conta a tendência para uma crescente institucionalização. São inauguradas estruturas sempre novas, para as quais, no fim, faltam os fiéis», sublinhou.

 

O espiritual no desenho: Turim | VÍDEO |

O espiritual no desenho: Turim

 

“Pensar Portugal atual”: Ciclo de conferências convoca personalidades da cultura, política e economia

«Pensar Portugal para formar e desenvolver a consciência crítica, a capacidade de diálogo, a cidadania ativa e responsável, essenciais à Democracia com os desafios da atualidade», é o objetivo do projeto. O primeiro encontro, com Marcelo Rebelo de Sousa, realiza-se este domingo, em Lisboa, seguindo-se Jorge Miranda (11 de dezembro), Guilherme d’Oliveira Martins (15 de janeiro) e José Eduardo Franco (19 de fevereiro).

 

Vaticano desafia estudantes a debater futuro do latim na era digital

Vaticano desafia estudantes a debater futuro do latim na era digital

O encontro desenvolver-se-á em torno da pergunta sobre a atualidade do latim: «Trata-se de uma língua depositária de um irrenunciável património cultural ou de um instrumento para a formação de igualmente irrenunciáveis competências nas novas gerações?». A iniciativa visa também oferecer aos estudantes instrumentos culturais que os ajudem a compreender o sentido do latim e do seu estudo no contexto da sua formação académica, bem como a entender melhor uma língua franca num mundo antigo rico que arqueologia, arte e literatura.

 

Agenda para hoje

Agenda para hoje


Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura | Secretariado Nacional dos Bens Culturais | Secretariado Nacional das Comunicações Sociais
Anúncios