É novo » 16.6.2015

Precisamos de uma iniciação ao silêncio
Quando penso no contributo que a experiência poética ou religiosa possa dar num futuro próximo à humanidade, penso francamente que mais até do que a palavra será a partilha desse património imenso que é o silêncio. Na palavra fazemos a experiência da diferenciação, experiência certamente fundante, mas também ela parcial e insuficiente.

Leitura: “Voltar a Jesus”
Se nos próximos anos não se promover nas nossas paróquias e comunidades um clima de conversão humilde e alegre a Jesus Cristo, facilmente veremos como a fé se extinguirá aos poucos entre nós e como o nosso cristianismo multissecular se diluirá em formas religiosas cada vez mais decadentes e sectárias, e cada vez mais afastadas do movimento de seguidores inspirado e desejado por Jesus.

Festival Internacional de Polifonia Portuguesa reúne concertos e visitas guiadas a igrejas
A Fundação Cupertino de Miranda organiza de 2 a 12 de de julho o Festival Internacional de Polifonia Portuguesa, que inclui no programa, além de oito concertos, a atuação do ator e encenador Luís Miguel Cintra. Os concertos do festival, que se realiza pelo quinto ano consecutivo, têm entrada gratuita, sendo antecedidos de visitas guiadas às igrejas. Conheça o programa.

Centro de Cultura Católica dedica novo ano a “Revisitar o Concílio, testemunhar a misericórdia”
O 50.º aniversário do encerramento do Concílio Vaticano II (1965-2015) e o Ano da Misericórdia, que a Igreja assinala entre 8 de dezembro e 20 de novembro de 2016, constituem os eixos do programa do Centro de Cultura Católica para 2015/16. O currículo do Curso Básico de Teologia vai integrar uma nova disciplina , “Da misericórdia em Deus à misericórdia em obras: Para uma teologia da compaixão”.

Eurodeputado Paulo Rangel lança livro “Jesus e a política”
“Jesus e a política – Reflexões de um mau samaritano” é o título do ensaio do eurodeputado Paulo Rangel que vai ser lançado esta quarta-feira, no Salão Árabe do Palácio da Bolsa, no Porto. «A separação entre religião e política é um legado direto da mensagem de Jesus Cristo. Jesus não tem um projecto político pessoal, não tem ambição, apesar de ser um líder carismático. Jesus não tem um projecto político programático: não há uma ideologia»: estas são três das questões que o autor desenvolve.

Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura | Secretariado Nacional dos Bens Culturais | Secretariado Nacional das Comunicações Sociais

Anúncios