É novo » 7.2.2015

Ecos da assembleia plenária do Pontifício Conselho da Cultura
Dizia Virginia Woolf que «uma história não existe até ser contada», e o silêncio sobre a história das mulheres, diz o padre José Tolentino Mendonça, exegeta e poeta de Lisboa, durou demasiado tempo na Igreja. O debate é aberto, sem tabus: fala-se de poder e de crise do plano masculino, de mulheres europeias, africanas, árabes, orientais, fala-se de espírito e de corpo, de “generatividade”, termo que dirige o olhar para além da maternidade, fala-se de heterologia e novas famílias.

Pré-publicação: “Via-sacra para crentes e não-crentes”
O novo livro “Via-sacra para crentes e não-crentes”, com textos de José Nunes Martins e Paulo Pereira da Silva, acompanhados por fotografias de Francisco Gomes, vai ser apresentado em Lisboa pelo professor, jurisconsulto e comentador Marcelo Rebelo de Sousa. O volume editado pela Paulus Editora, que estará disponível para venda a partir de segunda-feira, 9 de fevereiro, segue as 14 estações da via-sacra, cada qual com duas reflexões – uma para crentes e outra para não crentes. Leia um excerto.

Cinema: Festival “Flumenfest” revela filmes selecionados e apresenta programa cultural
O 1.º Festival Internacional de Cinema do Minho, “Flumenfest”, que decorre de 3 a 8 de março em Braga, concluiu o processo de seleção de filmes, tendo escolhido seis longas-metragens e 20 curtas, entre mais de 500 candidaturas. «Atendendo ao conteúdo e ao formato deste Festival, à diversidade multicultural, acreditamos que se trata de um projeto ambicioso que se alargará a outros âmbitos culturais de cariz mais regional», assinalam os organizadores.

Papa Francisco medita sobre a sua morte e lembra vítimas do ódio aos cristãos
«Os nossos mártires, que acabam a vida sob a autoridade corrupta de gente que odeia Jesus Cristo. Far-nos-á bem pensar nos nossos mártires. Hoje pensamos em Paulo Miki [que a Igreja católica evoca a 6 de fevereiro, juntamente com os seus companheiros], mas isso aconteceu no século XVII. Pensemos naqueles de hoje, de 2015», acentuou. O caminho de João Batista, «continuamente até ao nada», faz o papa pensar no fim da sua existência: «Estamos neste caminho e vamos para a terra, onde todos acabaremos».

Agenda para hoje

Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura | Secretariado Nacional dos Bens Culturais | Secretariado Nacional das Comunicações Sociais

Anúncios