É novo » 22.1.2015

Jovens, religião e família nos últimos 20 anos
A religiosidade juvenil atual caracteriza-se pela primazia da felicidade individual e terrena, pela vontade de independência e de autonomia, pelo relativismo e pelo pragmatismo. A família é o fator essencial da socialização religiosa. Como instituição principal de educação religiosa, no seu seio a herança religiosa transmite-se de geração em geração como cadeia de memória. Porém, esta transmissão religiosa encontra-se ameaçada.

A unidade plural dos cristãos: Avanços, dificuldades e desafios colocados ao ecumenismo
O risco do ecumenismo denominado espiritual é que aquilo que se repete continuamente – «a unidade acontecerá quando e como Deus quiser» – cria demissões de responsabilidades, sobretudo na autoridade das Igrejas: a inércia humana pode tornar-se oposição ao próprio Espírito Santo. Uma etapa importante no diálogo teológico é representada pelo Documento de Ravena, assinado em 2007 pelas Igrejas ortodoxas e pela Igreja católica, em que se afirma que não há sinodalidade sem “protos”, um “primeiro”, e não há “protos” sem sinodalidade.

Ordem de S. João de Deus distinguida com prémio atribuído pelo Parlamento Europeu
A Ordem Hospitaleira de S. João de Deus, fundada pelo santo homónimo nascido em Portugal, foi distinguida com o “Prémio Cidadão Europeu”, concedido desde 2008 pelo Parlamento Europeu. A congregação, espalhada em 50 países dos cinco continentes, «atende as pessoas mais desfavorecidas em âmbitos muitos diversos: médico-cirúrgico, social, no âmbito das dependências, dos cuidados paliativos».

Causa da pobreza não está nas famílias com muitos filhos mas no sistema económico, vinca papa Francisco
«Posso dizer, podemos dizer todos, que a causa principal da pobreza é um sistema económico que tirou a pessoa do centro e pôs o deus dinheiro no seu lugar», vincou Francisco na audiência geral desta quarta-feira, a primeira após o regresso da sua viagem ao Sri Lanka e às Filipinas. O atual sistema económico «exclui sempre» – «exclui as crianças, os idosos, os jovens, sem trabalho» – e está na origem da «cultura do descartável», afirmou, antes de apontar: «Este é o motivo principal da pobreza, não as famílias numerosas».

A Bíblia, uma história de família: Os filhos, «herança do Senhor»
É curioso notar que a palavra que mais ocorre no Antigo Testamento, depois do nome divino Jahweh (6828 vezes) é “filho”, que ressoa 4929 vezes. Este vocábulo hebraico deriva de “banah”, “edificar, construir”, estabelecendo assim uma ligação entre “casa” e família, como se intui no Salmo 127: «Se o Senhor não constrói (“banah”) a casa, em vão se afadigam os construtores… Olhai, a herança do Senhor são os filhos (“ben”), é um prémio seu o fruto do ventre».

S. Vicente, diácono e mártir
O que liga intrinsecamente Lisboa a S. Vicente é a chegada das suas relíquias ocorrida em 1173. Conta a “Crónica de Al-Razi”, composta no século X, que conhecemos por intermédio de uma tradução portuguesa do século XIV feita a mando de D. Dinis, que, durante a perseguição de Abderramán I (756-788), o corpo de S. Vicente fora levado de Valência, onde estaria na antiga igreja sob sua invocação, para o Promontório Sacro, hoje Cabo de S. Vicente, em Sagres.

O Evangelho das imagens | IMAGEM |
«Tu és o Filho de Deus.»

Agenda para hoje

Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais
Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura | Secretariado Nacional dos Bens Culturais | Secretariado Nacional das Comunicações Sociais

Anúncios