É novo » 23.12.2014

«Primeiro dia de primavera:/ que distante me parece/ o inverno»: Meditações para o Advento (4)
Os invernos são muitas vezes o retrato da nossa vida. Como Tchekhov dizia: a vida de um homem é um inverno gelado. Muitas vezes os invernos prolongam-se e não têm fim. E depois, de um dia para o outro, as coisas mudam. O drama das nossas vidas é pensarmos: «Isto vai ser sempre assim, nunca mais vai acabar, a partir de agora perco toda a esperança».

Natal, tempo para curar feridas
«Curar a vossa vida familiar, dando aos vossos filhos e aos vossos queridos não apenas dinheiro, mas sobretudo tempo, atenção e amor.» «Curar as vossas relações com os outros, transformando a fé em vida e as palavras em boas obras, especialmente para os mais necessitados.» «Curar o vosso falar, purificando a língua das palavras ofensivas, da vulgaridade e do léxico da decadência mundana.»

Leitura: “Um diário de preces”
Meu bom Deus, não quero descobrir que inventei a minha fé para satisfazer a minha fraqueza. Não quero ter criado Deus à minha própria imagem, como tanto se diz por aí. Por favor, concede-me a graça necessária, oh, Senhor, e faz que não seja tão difícil de alcançar como Kafka dá a entender.

“A adoração dos pastores”: A última obra-prima de El Greco | IMAGENS + VÍDEO |
“A adoração dos pastores”, pintado entre 1612 e 1614 por El Greco, é uma cena noturna que se desenvolve num espaço estreito e irregular, uma espécie de gruta que ao fundo tem um vão afunilado formado por dois arcos. Em torno de Jesus recém-nascido, despido sobre o regaço de Maria, S. José e três pastores mostram uma fervorosa devoção diante da criança. No chão, de joelhos, um pastor contempla o Menino.

Cantos tradicionais da Natividade: “Meu Menino Jesus” | VÍDEO |

Papa Francisco nomeia quinze «doenças» da Igreja
Da vanglória ao sentir-se indispensável, do esquecimento da espiritualidade à acumulação de dinheiro e poder, dos círculos fechados ao «terrorismo dos mexericos»: o papa apelou a um exame de consciência como preparação para o Natal. Francisco apresentou um «catálogo» das «doenças» eclesiais, na convicção de que ele pode contribuir para celebrar melhor o sacramento da Reconciliação.

O Evangelho das imagens | IMAGEM |
«Quem virá a ser este menino?»

Agenda para hoje

Anúncios