É novo » 19.11.2014

Em louvor de Tolentino Mendonça (ou o exemplo de uma poética da espiritualidade)
Graças a Tolentino Mendonça, o Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura foi durante anos ajudando a descobrir o sentido nos «intervalos do silêncio», que os atos e as palavras guardam. No confronto com «o assombro e a tensão inerentes à vida» foi apontando ou abrindo caminhos de “via spiritus” e “via pulchritudinis” para o valor divino do humano.

Fé, cultura e sociedade
O vocábulo “cultura” tornou-se, nos nossos dias, uma espécie de palavra-chave que abre as fechaduras mais diversas. Quando o termo foi cunhado, no século XVIII alemão (“cultur”, que depois se tornou “kultur”), o conceito subjacente era claro e circunscrito: abraçava o horizonte intelectual alto, a aristocracia do pensamento, da arte, do humanismo. Desde há décadas, no entanto, esta categoria “democratizou-se”, alargou os seus confins, tem assumido carateres antropológicos mais gerais, no seguimento da conhecida definição criada em 1982 pela Unesco.

Academias pontifícias entregam prémio de investigação no valor de 20 mil euros
As academias pontifícias vão esta quinta-feira entregar, no Vaticano, o prémio que o papa atribui a investigadores até aos 40 anos ou instituições de fundação recente que se tenham distinguido em temas mariológicos e marianos.

Três qualidades essenciais de uma homilia: Positiva, concreta, profética
Queremos que a Igreja seja também o lugar do debate, da reflexão, mesmo quando essas proposições possam pôr em causa alguns esquemas, transmitidos pelas gerações passadas, que tenhamos interiorizado. Por isso é fundamental que a teologia tenha uma aplicação à realidade, à vida das pessoas. A homilia tem de ter esta vertente; se não, é um discurso que não interessa, ou que interessa pouco.

Leitura: “Na senda de Fernão Mendes – Percursos portugueses no mundo”
Os relatos, «entre a narração cultural e a descrição histórica, são sempre psicologicamente intensos, esgotando o tempo, vivendo-o no presente mas sempre com os olhos e a consciência postos no passado histórico de Portugal, construindo pontes culturais e criando um futuro aberto de relacionamento amigável entre pessoas, instituições e povos».

A difícil convivência entre celebrações litúrgicas e telemóveis
Famílias inteiras navegam nos seus “smartphones” enquanto tomam a refeição nos restaurantes. Estudantes enviam mensagens durante as aulas. Pais falam ao telefone quando assistem a eventos desportivos ou peças de teatro dos seus filhos. Não surpreende que os telemóveis afetem também as celebrações nas igrejas.

— Agenda para hoje —

Lisboa
Apresentação de livro: “Na senda de Fernão Mendes – Percursos portugueses no mundo”
Autor: Guilherme d’Oliveira Martins
Apresentação: Maria João Avillez
Editora: Gradiva
Grémio Literário (R. Ivens, 37)
18h30

Porto
Sessão de autógrafos: José Tolentino Mendonça Livro “A mística do instante”
Livraria Paulinas (R. da Cedofeita, 355)
18h30

Caldas das Taipas
Música: Cânticos da manhã e da tarde
Teresa Salgueiro
Igreja matriz
21h00
Entrada livre (participação livre nas despesas)

Anúncios