É novo » 14.11.2014

José Carlos Seabra Pereira é o novo diretor nacional da Pastoral da Cultura
Nascido no Luso, concelho da Mealhada, em 1949, há 65 anos, Seabra Pereira é casado, tem cinco filhos e seis netos, e reside em Coimbra. Com licenciatura em Filologia Românica (Univ. de Coimbra) e doutoramento pelas universidades de Poitiers, França (1983) e Coimbra (2000), está ligado aos anos iniciais do SNPC, quando participou nas suas primeiras jornadas e encontros de referentes.

Entrevista ao novo diretor da Pastoral da Cultura: Vida cultural é «campo especialmente vocacionado para o anúncio e o diálogo»
Seabra Pereira, nomeado hoje pela Conferência Episcopal Portuguesa para a direção do SNPC, sucedendo ao padre José Tolentino Mendonça, pretende promover «encontros de criadores e mediadores católicos das artes e dos saberes, cujo prestígio público ou notoriedade mediática possa reverter em favor da presença e disseminação do espírito cristão na agenda e nos debates da vida sociocultural».

Pré-publicação: “Viver, amar, morrer – Contigo até ao fim”
Se é verdade que os últimos dias e até as últimas horas na vida de uma pessoa simbolizam bem o que essa pessoa foi ou quis ser, então devo pensar que Sendino era o que no catolicismo se entende por santo.

Pinturas sobre o livro do Apocalipse inauguram série de exposições inspiradas na Bíblia | IMAGENS |
O pintor José Maia apresenta até 30 de novembro na igreja de Fontiscos, Santo Tirso, uma exposição com quinze retábulos em madeira inspirados no Apocalipse, o último livro da Bíblia, constituindo esta a primeira de sete mostras sobre os escritos bíblicos.

Pré-publicação: “A Trindade é um mistério – Mas podemos falar disso”
Falar hoje da Trindade será como apresentar um estranho. Escutar um tal discurso suporá disponibilidade para acolher esse estranho em nossa própria casa, à semelhança do que fizeram Abraão e Sara. Porque a visita de Deus e a hospitalidade humana são realidades que mutuamente se exigem. E a reflexão que agora se inicia quer ser precisamente isto: um convite a hospedar a Trindade.

Reino de Deus está na santidade de todos os dias, mesmo na adversidade, diz papa Francisco
Quando se pensa na perseverança de tantos cristãos, que levam para a frente a família – homens, mulheres –, que tratam dos filhos, dos netos, e chegam ao fim do mês com apenas meio euro, mas rezam, aí está o Reino de Deus, escondido, naquela santidade da vida quotidiana, naquela santidade de todos os dias.

Ele disse:/ «lava a tua casa retira os móveis todos/ aí quero dançar»

O Evangelho das imagens | IMAGENS |
Quem procurar salvar a vida há de perdê-la e quem a perder há de salvá-la.

Anúncios