É novo » 2.11.2014

Entre-laços: Memórias de um morrer crente
A luz de Deus permanece nos traços entreabertos desse lado noturno porque o «paraíso continua a ser ainda aquilo de que nos lembramos» (Eduardo Lourenço). A memória viva entre-laça-se num extraordináriocorpo vivo presente na história de cada um. «Mesmo na noite extrema na qual não penetra palavra alguma, na qual todos nós somos como crianças apavoradas, chorosas, surge uma voz que nos chama, uma mão que nos toma e nos conduz.»

Papa Francisco: «Multidão» de pobres pede a Deus por «paz», «pão» e «trabalho»
«Parece que esta gente, estas crianças com fome, doentes, parece que não contam, que são de outra espécie, não são humanos. E esta multidão está diante de Deus e pede: “Por favor, salvação. Por favor, paz. Por favor, pão. Por favor, trabalho. Por favor, filhos e netos. Por favor, jovens com a dignidade de poder trabalhar”.»

Anúncios