É novo » 11.10.2014

«Vende um dos teus pães/ e compra um lírio»: A cultura não é um luxo
A cultura não é um meio de aceder a um código, a uma gramática e, por eles, a um património de informações ou entretenimentos. A cultura permite-nos entrar em nós próprios. É uma janela e igualmente um espelho. Um dos perigos contemporâneos é a transformação da cultura em indústria de entretenimento, recheada de produtos de consumo rápido e sonâmbulo, capturada pelo simplismo dos modelos. Porém, a cultura digna desse nome é aquela que dialoga com as grandes necessidades da vida e nos abre incessantemente à profundidade e à complexidade do real.

Pré-publicação: “Do outro lado da rua” assinala 25 anos da Comunidade Vida e Paz
Carlos reconhece que os traços e defeitos de personalidade não podem ser apagados mas sim modificados, o que para si foi importante em matéria de orgulho e humildade. «Hoje sou um homem novo e um pai diferente. Esta casa acolheu-me, aprendi a aceitar e a lidar com o problema que tinha e outros que desconhecia. Deu-me as ferramentas necessárias para gerir as dificuldades que me acompanharão no resto da vida, porque o problema está cá. Esta instituição aceitou-me com a roupa que tinha em cima do corpo, deu-me comida, dormida, a atenção que eu precisava em todos os aspetos – psicológico, psiquiátrico e clínico –, os valores humanos que outrora eu tinha perdido. Só ao fim de nove meses a Comunidade começou a receber a comparticipação para me tratar. E como eu sei que é difícil manter uma cama ocupada sem ajudas!»

Aviso
Esta “newsletter” regressa a partir de 28 de outubro.

Anúncios