Vocações florescem onde há alegria e escasseiam quando católicos são «pobres de entusiasmo», diz papa

«A alegria do Evangelho brota do encontro com Cristo e da partilha com os pobres. Por isso, encorajo as comunidades paroquiais, as associações e os grupos a viverem uma intensa vida fraterna, fundada no amor a Jesus e atenta às necessidades dos mais carecidos», escreve Francisco na mensagem para o próximo Dia Mundial das Missões, revelada hoje pelo Vaticano. Para o papa, o facto de em «muitas regiões» escassearem «as vocações ao sacerdócio e à vida consagrada» deve-se, «com frequência», à ausência de «fervor apostólico contagioso nas comunidades, o que faz com as mesmas sejam pobres de entusiasmo e não suscitem fascínio». Continuar a ler…

Anúncios