Papa Francisco recupera saúde, diz que «Temor de Deus» não faz cristãos «submissos», e adverte corruptos, oportunistas e fabricantes de armas

O papa Francisco retomou hoje a agenda, que suspendeu parcialmente nos últimos dois dias devido a uma «leve indisposição», com a audiência geral na Praça de S. Pedro, no Vaticano, dedicada ao «Temor de Deus», o último dos sete dons do Espírito Santo. «O Temor de Deus não faz de nós cristãos tímidos», mas gera «coragem e força», vincou o papa, que criticou quem vive apenas para o dinheiro e para a vaidade, bem como os corruptos, traficantes de pessoas, exploradores de trabalho escravo e fabricantes de armas. Continuar a ler…

Anúncios