Leitura: “Vale a pena pensar nisto – Apontamentos sobre o quotidiano e a eternidade”

«A leitura de um soneto. A beleza do traço de um pintor. Um fado cantado. O impacto de um ator no palco. Camões, Amália, Vieira da Silva, Ruy de Carvalho. A cultura é palavra, música, teatro, pintura, arquitetura, artesanato… a cultura são pessoas concretas. Ontem, hoje e amanhã. A defesa da cultura não pode ser a última das preocupações, em tempos de crise.» A editora Oficina do Livro apresenta esta quinta-feira, em Lisboa, o livro Vale a pena pensar nisto – Apontamentos sobre o quotidiano e a eternidade”, assinado por Isabel Figueiredo, Conceição Sousa, Paulo Vale e João Delicado. Os textos «mostram como Deus se insinua na normalidade dos quotidianos», sublinha o padre José Tolentino Mendonça: «Parece que estamos a falar da vida que corre e da digestão, mais ofegante ou mais lassa, que fazemos do tempo. E eles ajudam-nos a perceber como Deus chega de mansinho e de surpresa, pela estrada principal e por vias indiretas e secundárias». Leia algumas das meditações. Continuar a ler…

Anúncios