O Evangelho das imagens

«Pelos frutos os conhecereis.» Continuar a ler (com imagem)…

Anúncios

A língua de Miley Cyrus

O que leva uma jovem, para não dizer uma criança, a escrever num cartaz: «Miley, dá-me a tua língua«? Esta imagem incomodou-me. Foi captada à saída do Meo Arena, no final do concerto que a cantora norte-americana deu recentemente em Lisboa. A criança estava em estado de quase histeria. Tinha acabado de ver o espetáculo da sua (curta) vida. Não pedia o coração, nem sequer o fígado, queria a língua da cantora. Continuar a ler…

São João: Quem é, e o que nos pede

Quem é João Batista? Em primeiro lugar, é um crente empenhado em primeira pessoa num exigente caminho espiritual, feito de escuta atenta e constante da Palavra de salvação. Além disso, ele testemunha um estilo de vida desapegado e pobre; demonstra grande coragem ao proclamar a todos a vontade de Deus, até às extremas consequências. Não cede à fácil tentação de assumir um papel fundamental, mas com submissão humilha-se a si próprio para exaltar Jesus. Continuar a ler…

Seminários de Braga e Auditório Vita são exemplos de boas práticas na formação artística e cultural

Porque de atrativas solicitações estamos hoje, todos, autenticamente inundados, e porque elas não esperam pela iniciativa das igrejas, paróquias, movimentos ou seminários, cabe a cada um destes escolher: competir pela via da atração volátil e efémera, sem grande probabilidade de sucesso, face à exiguidade de meios em comparação com os que outros dispõem; ignorar a importância de uma cultura que, de qualquer forma, se constrói; ou optar por tomar a dianteira. Continuar a ler…

A Ausência do Corpo: Lourdes Castro e a “Sombra Deitada”

A obra de Lourdes Castro, na primeira fase dedicada aos objetos a aos recortes, define uma longa reflexão sobre o problema da sombra na pintura. Sombra, ambiguidade, eco, vazio, desmaterialização, temas igualmente desenvolvidos por Jorge Martins, Ana Vieira, Noronha da Costa e Cruz Filipe. Em 1968, Lourdes de Castro começou a bordar sobre lençóis contornos de sombras, tendo abandonado totalmente o suporte de parede para passar a fazer algo muito mais relacionado com o quotidiano, investindo em objetos que questionavam o estatuto moral e metafísico da obra de arte.  Continuar a ler…

Todos somos Igreja, sublinha papa Francisco, que lembrou Dia Mundial do Refugiado

«A Igreja somos todos: não devemos restringi-la aos sacerdotes, aos bispos, ao Vaticano», sublinhou hoje o papa Francisco perante quase 30 mil pessoas reunidas na Praça de S. Pedro para a audiência geral das quartas-feiras. O «projeto de Deus» é «formar um povo abençoado pelo seu amor e que leve a sua bênção a todos os povos da Terra», intenção que «está sempre em ato» e que continua a realizar-se na Igreja, declarou. «O cristão, com a vida, deve abençoar sempre, nós, cristãos, somos pessoas que abençoam, que sabem abençoar. É uma bela vocação», apontou. Continuar a ler…