«Uma das dificuldades da sociedade portuguesa é afirmar valores absolutos», diz João Lobo Antunes

João Lobo Antunes frisou hoje em Fátima que «uma das dificuldades da sociedade portuguesa é afirmar que há valores absolutos», e sublinhou que «o problema mais fundamental da ética médica é a justiça», nomeadamente no «garantir igualdade de acesso rápido e pronto» aos cuidados de saúde. A afirmação do neurocirurgião foi proferida na primeira intervenção de fundo na 10.ª Jornada Nacional da Pastoral da Cultura, que decorre em Fátima, dedicada ao tema “Portugal: a saúde da Democracia». Para João Lobo Antunes, o «racionamento dos cuidados de saúde é um anátema», pelo que «a decisão de como é que esses recursos vão ser empregues não é uma decisão política, mas é uma decisão que cabe a todos». A «crise da justiça» a ética na intervenção social e a importância da sua educação na família e na Igreja foram alguns dos assuntos abordados na intervenção. Continuar a ler…

Anúncios