Mensagem de D. Pio Alves na entrega do Prémio Árvore da Vida – Padre Manuel Antunes a Francisco Sarsfield Cabral

Não é raro que à comunicação social, com maior ou menor razão, se etiquetem juízos como «superficial», «plana», «apressada» ou «sem substância». O Dr. Francisco Sarsfield Cabral não é certamente o único, mas é um ativo representante de um jornalismo diferente, um jornalismo profundo, reflexivo e preparado, que acredita naquilo que nos é recordado pelo Concílio Vaticano II, no Decreto Inter Mirifica: que só uma informação «objetivamente verdadeira» e «íntegra» «facilita aos homens um conhecimento mais amplo e contínuo dos factos, de tal modo que pode contribuir eficazmente para o bem comum e maior progresso de toda a sociedade humana». Continuar a ler…

Anúncios