Papa Francisco no Getsémani: Quem sou eu diante de Jesus que sofre?

Quem sou eu diante de Jesus que sofre? Esta foi uma das perguntas que o papa Francisco dirigiu hoje a padres, religiosos e seminaristas na igreja do Getsémani, em Jerusalém, perto do local onde Jesus, em agonia perante a iminência da morte, rezou ao Pai e se submeteu à sua vontade. Os discípulos de Jesus, segundo as narrações bíblicas, «assumiram diferentes atitudes em relação ao Mestre: de proximidade, de distanciamento, de incerteza», pelo que «fará bem» a todos, «bispos, padres, pessoas consagradas, seminaristas», questionar os comportamentos assumidos diante de Cristo que sofre. «São os daqueles que, convidados por Jesus a vigiar com Ele, adormecem e, em vez de rezar, procuram fugir fechando os olhos perante a realidade? Reconheço-me naqueles que fugiram por medo, abandonando o Mestre na hora mais trágica da sua vida terrena?», perguntou. Ou, pelo contrário: «Encontro-me entre aqueles que foram fiéis até ao fim, como a Virgem Maria e o apóstolo João? Quando sobre o Gólgota tudo escurece e toda a esperança parece acabada, só o amor é mais forte do que a morte». Continuar a ler…

Anúncios