Espiritualidade, ecumenismo, diálogo inter-religioso e refugiados marcam visita do papa Francisco à Terra Santa

Encontros com líderes religiosos cristãos ortodoxos, judeus e muçulmanos, bem como com crianças e adultos de campos de refugiados, a par da visita a locais emblemáticos do cristianismo, judaísmo e islão marcam a viagem do papa Francisco à Terra Santa. A peregrinação à Jordânia, Palestina e Israel, que decorre de 24 a 26 de maio, assinala o 50.º aniversário do encontro em Jerusalém entre o papa Paulo VI e o patriarca cristão ortodoxo Atenágoras. O programa completo da visita privilegia a espiritualidade, o ecumenismo, o diálogo inter-religioso e o abraço às pessoas mais desfavorecidas, como são os refugiados e jovens com deficiência. Além das homilias três missas a que preside, estão previstos dez discursos, mais de dois terços dos quais em Israel. Conheça a agenda da viagem. Continuar a ler…

Anúncios