Os ensinamentos de Jesus sobre a oração (1/2)

Hoje é precisamente a oração pessoal a ser maioritariamente negligenciada, e esta situação arrisca-se, a longo prazo, a esvaziar também a verdade da própria oração litúrgica. Se na pastoral muitos esforços são dedicados à iniciação litúrgica, infelizmente não são acompanhados por uma adequada transmissão da oração pessoal, que deveria ser ensinada desde a infância. Quem, efetivamente, não recebe desde pequeno uma iniciação à oração pessoal por parte dos pais ou dos educadores, dificilmente poderá alimentar-se dela na idade madura, de modo a fazer crescer a fé no Deus vivo, presente na existência quotidiana. Surgem como um aviso ainda atual as palavras de Martin Buber: «Se crer em Deus significa poder falar dele na terceira pessoa, não creio em Deus. Se crer nele significa poder-lhe falar, então creio em Deus». Hoje os cristãos sabem falar de Deus; mas saberão também, como nas gerações cristãs passadas, falar com Deus? Continuar a ler…

Anúncios