“Brotéria” dedica novo número à ciência e religiosidade, televisão, lusofonia e literatura

A mais recente edição da “Brotéria – Cristianismo e Cultura”, publicada ininterruptamente desde 1902 pelos Jesuítas em Portugal, continua a manter a abrangência nos conteúdos, propondo no número de abril artigos que se centram na relação entre Deus e a ciência, a importância da televisão, o projeto da Lusofonia e uma análise à riqueza linguística do escritor José Cardoso Pires. «Com a publicação da “Origem das Espécies” de Charles Darwin em 1859, a questão da relação entre Ciência e Fé – que, até então, fora sempre tacitamente encarada de modo que a primeira desempenhasse o papel de mero suporte às imanentes verdades da segunda – sofreu uma brusca e inquietante alteração: a sólida racionalidade da teoria da evolução das espécies vivas parecia, agora, vir substituir-se às indiscutíveis verdades da Fé, desde sempre tomadas como eternas.» Este é o ponto de partida do artigo do brasileiro A.L. Leite Videira, professor catedrático jubilado da Universidade de Évora, para quem a ciência pode «facilitar, e até mesmo apontar, o caminho para a Transcendência», embora a fé tem de situar-se «para além da Ciência». Conheça os restantes artigos, autores e resumos desta edição. Continuar a ler…

Anúncios