“1960”: Documentário revisita arquiteto Fernando Távora

Fernando Távora foi um dos arquitetos que mais afincadamente procurou aprofundar as raízes dessa identidade, contrariando o populismo do pitoresco que sustentava o idílio de um fantasioso ser português. Nove anos após a sua morte, “1960”, documentário que agora estreia em Braga e no Porto, é o seu registo pessoal à passagem, em cinco meses de viagem desse mesmo ano, por vários países. Uma combinação de imagens então registadas em Super 8 e reflexões escritas, agora reproduzidas na voz do ator Marcos Barbosa, que o realizador Rodrigo Areias (“Estrada de Palha”, 2012) combina, devolvendo-nos à atualidade um arquiteto fortemente empenhado na busca do sentido da vida e das coisas, na expressão do outro e na dignidade humana, na relação ancorada em contexto e origem, preservando a essência de cada um e cada coisa e o resultado do seu encontro, em respeitador diálogo. Continuar a ler…

Anúncios