Cinema, Espiritualidade e Contemporaneidade

Como exprimir Deus no cinema? Não é seguramente o cinema mainstream que continua a apresentá-Lo como omnipotente e exterior ao ser humano. No cinema contemporâneo, a manifestação do sagrado e do transcendente manifesta-se sobretudo numa procura implícita de Deus: na relação com o outro, no encontro com a humildade e com o necessário baseados na esperança. A transversalidade entre o cinema e a religião desenvolve-se cada vez mais, seja no mundo académico ou nos festivais, para promover o despertar de uma espiritualidade que se tornou periférica mas que continua viva e desejosa de se revelar. Ao longo da sua história, grandes realizadores como Carl Dreyer, Robert Bresson ou Andreï Tarkovski provaram que o cinema é muito mais do que um simples suporte para contar histórias ou reproduzir realidades visíveis do mundo. Continuar a ler…

Anúncios