Quem sou eu diante de Deus?

Quem sou eu, diante de Jesus que entra em festa em Jerusalém? Sou capaz de exprimir a milha alegria, de louvá-lo? Ou afasto-me? Quem sou eu, diante de Jesus que sofre? Ouvimos também outro nome: Judas. Trinta moedas. Sou como Judas? Ouvimos outros nomes: os discípulos que não entendiam nada, que adormeceram enquanto o Senhor sofria. A minha vida está adormecida? Ou sou como os discípulos que não entendiam o que seria trair Jesus? Como aquele outro discípulo que queria resolver tudo como a espada: sou como eles? Sou como Judas, que finge amar e beija o Mestre para o entregar, para o trair? Sou eu traidor? Sou como aqueles dirigentes que num instante fazem um tribunal e procuram falsos testemunhos: sou eu como eles? E quando faço isso, se o faço, acredito que com isso salvo o povo? Continuar a ler (com imagens)…

Anúncios