Teólogos que não rezam caem no narcisismo e fazem mal à Igreja, adverte papa Francisco

O papa Francisco afirmou esta quinta-feira que «o teólogo que não reza e que não adora Deus» fecha-se em si mesmo, sendo esta «uma enfermidade eclesiástica» porquanto «faz muito dano o narcisismo dos teólogos e dos pensadores». As palavras do papa foram proferidas na audiência a professores, estudantes e pessoal não docente da Pontifícia Universidade Gregoriana, Pontifício Instituto Bíblico e Pontifício Instituto Oriental, instituições sediadas em Roma. «O vosso compromisso intelectual, no ensino e na investigação, no estudo e na mais ampla formação, será tanto mais fecundo e eficaz quanto mais for animado pelo amor a Cristo e à Igreja, quanto mais for sólida e harmoniosa a relação entre estudo e oração. Esta não é uma coisa antiga, este é o centro», assinalou. Continuar a ler…

Anúncios