É novo » 27.3.2014

Leitura: “Começa assim a tua oração”
«A importância da oração não está nas palavras que dizes. A importância da oração está no modo de vida que ela cria em ti, na atitude contemplativa e humilde que vai fazendo nascer no teu interior. Não deixes de desejar este modo de vida, não deixes que esta atitude desapareça dos teus dias… E com este desejo, dá início à tua oração.» “Começa assim a tua oração” é o título do livro que reúne os textos de introdução às orações diárias do “Passo-a-rezar”, projeto que oferece na internet uma proposta de oração e meditação diária, com textos bíblicos e música, que pode ser escutada a qualquer momento num computador, tablet, telemóvel ou leitor de áudio portátil. A publicação em formato de bolso, lançada no âmbito da comemoração do quarto aniversário do projeto do Apostolado da Oração, ligado aos Jesuítas, reúne os textos assinados por Elias Couto, membro da coordenação do projeto, com ilustrações de João Sarmento, sj. Apresentamos os primeiros textos do livro, a que acrescentamos a meditação correspondente ao dia 25 de março, solenidade da Anunciação do Senhor.

Leitura: “Bíblia – A mais fascinante história” | IMAGENS |
Idealizado e coordenado pelo Secretariado Internacional do Apostolado, e publicado simultaneamente em Portugal, Brasil e Itália, “Bíblia – A mais fascinante história” é um novo livro para crianças e jovens com textos de Silvia Zanconato e ilustrações de Abigail Ascenso. «A Bíblia é o maior de todos os livros, mas isso não quer dizer que seja inacessível aos mais pequenos. Pelo contrário. As maravilhosas histórias que a Bíblia conta destinam-se a todos. Há aspetos que só com a idade e o tempo se podem perceber. Mas tantos outros, e eu diria, os mais importantes, podem ser captados na infância e adolescência», realça José Tolentino Mendonça na nota de lançamento. «Para chegar a ti – aponta a introdução -, a Bíblia fez uma longa viagem, atravessando o tempo e o espaço. Por isso, abrir as páginas da Bíblia significa encontrar mundos distantes, línguas antigas, costumes e pensamentos diferentes dos teus. No entanto – como acontece com os livros importantes –, as palavras da Bíblia continuam a ser fascinantes, ricas e cheias de inspiração.»

Viagem ao final da noite
Numa época em que as palavras estão cansadas, já não dizem nada porque “gastas” e reduzidas a “sopro de vento” (Qoelet), é necessário pôr-se à procura de Palavras maiores e mais antigas de que nós e da nossa idade. Algumas destas palavras de vida podem encontrar-se na literatura, na poesia, na arte e mesmo nos grandes mitos e nas narrativas populares que nos salvaram (e continuam a salvar-nos) em guerras e muitas carestias. Mas existem outras Palavras, histórias e narrativas maiores e mais profundas: as palavras bíblicas que alimentaram e inspiraram a nossa civilização; que centenas de gerações releram e reviveram; que se instilaram nas nossas mais belas obras de arte, nos sonhos de crianças e de adultos; que nos deram esperança em tanto exílio e escravidão por que passámos e estamos a passar. Não há histórias de libertação maiores que as do Êxodo; feridas mais férteis que a de Jacob, bênção mais desesperada que a de Isaac, risada mais séria que a de Sara, contrato mais injusto que o de Esaú, obediência mais salvífica que a de Noé, pecado mais torpe que o de David contra Urias, o hitita, desventura mais radical que a de Job, pranto mais fraterno que o de José, paradoxo maior que o de Abraão no monte Moria, grito de parto mais lacerante que o da cruz, desobediência mais amante da vida que a das amas do Egito. E se existirem digam-me: até hoje, nunca as encontrei.

Religião em Portugal: Congresso internacional reúne Teologia, História, Sociologia e jornalismo
A religião constitui hoje «um tema incontornável de investigação em diversas áreas científicas, desde a teologia, enquanto discurso de auto-compreensão, até às ciências que estudam, de várias formas, os comportamentos humanos». É esta convicção que está na origem do congresso internacional “Religião em Portugal”, que o Centro de Estudos Sociais, laboratório associado da Universidade de Coimbra, organiza em abril. Boaventura Sousa Santos, Teresa Toldy, Timóteo Cavaco, Frei Bento Domingues, José Eduardo Franco, Alfredo Teixeira, Juan José Tamayo, Steffen Dix, Paulo Fontes e António Marujo são alguns dos intervenientes nas conferências, que juntam especialistas e investigadores em Teologia, História, Sociologia e jornalismo, entre outras áreas. Conheça o programa.

Dominicanos abrem convento e partilham vida comunitária com quem quer viver Tríduo Pascal em oração
O convento dos Dominicanos, em Lisboa, vai abrir as portas a pessoas que desejem viver em oração o Tríduo Pascal, período nuclear da espiritualidade cristã, que assinala a morte e ressurreição de Cristo. A iniciativa, que propõe a vivência do Tríduo com a participação na vida comunitária dos religiosos da Ordem dos Pregadores, começa na tarde de quinta-feira, quando se celebra a missa da instituição da Eucaristia. «Não se trata de umas férias conventuais, mas uma maior disponibilidade para acolher o silêncio e viver em comunidade e com simplicidade as festas pascais», sublinha uma nota enviada ao Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura, adiantando que o retiro termina no domingo de Páscoa.

O Evangelho das imagens | IMAGENS |
«Quem não está comigo está contra mim e quem não junta comigo dispersa.»

Agenda para hoje

Fátima
Jantar-conferência: O Segredo de Fátima – uma abordagem histórico-cultural
Marco Daniel Duarte
Hotel Pax
20h00
Inscrição: 20 €
Para saber mais: Museu de Arte Sacra e Etnologia

Braga
Apresentação do livro “A Voz da Catedra(l) – Rumo à Unidade”
Autor: D. Jorge Ortiga
Apresentação: Felisbela Lopes
Auditório Vita
21h00

Santarém
Conferência: A dimensão social da evangelização – Uma Igreja chamada às periferias
Alfredo Bruto da Costa
Seminário de Santarém (Sala dos Atos)
21h30
Entrada livre

Anúncios