É novo » 2.1.2014

Papa Francisco confia o mundo à «humildade» da Mãe de Deus e apela à «força, coragem e esperança» no primeiro dia de 2014
Na primeira missa a que presidiu em 2014, celebrada esta quarta-feira no Vaticano, o papa Francisco confiou o futuro do mundo e as intenções de cada pessoa à Mãe de Deus, invocação mariana que a Igreja católica assinala a 1 de janeiro. «A Ela confiamos o nosso itinerário de fé, os desejos do nosso coração, as nossas necessidades, as carências do mundo inteiro, especialmente a sua fome e sede de justiça e de paz», disse. Francisco referiu-se igualmente à primeira leitura bíblica que é proclamada nas missas do ano novo, bênção que é um augúrio de paz: «O Senhor te abençoe e te proteja. O Senhor faça brilhar sobre ti a sua face e te seja favorável. O Senhor volte para ti os seus olhos e te conceda a paz». Para o papa, estas palavras proclamadas no início do ano «dão força, coragem e esperança; não uma esperança ilusória, assente em frágeis promessas humanas, nem uma esperança ingénua que imagina melhor o futuro, simplesmente porque é futuro».

A Igreja em Portugal e no mundo: síntese de 1.1.2014
Patriarca diz que não se deve deixar cair ninguém «por descuido ou omissão». Francisco defende que a justiça e a paz devem começar em casa. Arcebispo da Cantuária (Igreja Anglicana) diz que papa Francisco é o «homem do ano». Papa Francisco confia o mundo à «humildade» da Mãe de Deus e apela à «força, coragem e esperança» no primeiro dia de 2014. França: padre francês sequestrado nos Camarões regressou a França e recebe elogio do presidente.

O Evangelho das imagens
Foi este o testemunho de João Batista, quando os judeus lhe enviaram de Jerusalém sacerdotes e levitas para lhe perguntarem: «Quem és tu?». Ele confessou e não negou: «Eu não sou o Messias». Eles perguntaram-lhe: «Então, quem és tu? És Elias?» «Não sou», respondeu ele. «És o Profeta?» Ele respondeu: «Não». Disseram-lhe então: «Quem és tu? Para podermos dar uma resposta àqueles que nos enviaram, que dizes de ti mesmo?».

Anúncios