É novo » 11.7.2013

Ressonância originária afetiva: “logos” e “pathos” (II) | IMAGENS |
Há uma nova teologia que floresce no interior da cultura contemporânea dita pós-moderna. Dá-la a conhecer é um ato cultural. O que é a cultura senão a interação de saberes, de circularidade de correntes e perspetivas, que de algum modo produzem pequenos mundos de vida, de imaginação, de uma nova realidade pensada e vivida? Uma entre muitas, é a perspetiva fecunda e inteligente do teólogo milanês Pierangelo Sequeri. O processo de decisão crente enquanto adesão explícita a um conteúdo de fé não é puramente racional, intelectivo e cognitivo. Nem puramente emocional, sentimental ou afetivo. O ato de fé é um ato de razão afetiva que envolve a pessoa toda no acolhimento/reconhecimento da fiabilidade de Deus.

S. Bento: Padroeiro da Europa e da diocese de Bragança-Miranda
Bento qualifica a Regra como “mínima, traçada só para o início” (73, 8); mas na realidade ela pode oferecer indicações úteis não só para os monges, mas também para todos os que procuram uma guia no seu caminho rumo a Deus. Pela sua ponderação, a sua humanidade e o seu discernimento entre o essencial e o secundário na vida espiritual, ele pôde manter a sua força iluminadora até hoje. Paulo VI, proclamando a 24 de Outubro de 1964 São Bento Padroeiro da Europa, pretendeu reconhecer a obra maravilhosa desempenhada pelo Santo mediante a Regra para a formação da civilização e da cultura europeia. Para criar uma unidade nova e duradoura, são sem dúvida importantes os instrumentos políticos, económicos e jurídicos, mas é preciso também suscitar uma renovação ética e espiritual que se inspire nas raízes cristãs do Continente, porque de outra forma não se pode reconstruir a Europa.

“Stabat Mater” encerra 9.ª edição do Festival Terras Sem Sombra | ÁUDIO |
O “Stabat Mater para quinteto de cordas”, do compositor italiano Luigi Boccherini (1743-1805), encerra este sábado a 9.ª edição do Festival Terras Sem Sombra, organizado pelo Departamento do Património Histórico e Artístico da diocese de Beja. A igreja matriz de Sines acolhe a partir das 21h30 um concerto que abre com o “Segundo Quarteto op. 10 para quarteto de cordas e soprano”, do austríaco Schöenberg (1874-1951). O diretor artístico do Festival de Música Sacra do Baixo Alentejo, Paolo Pinamonti, considera que a reunião dos dois compositores no mesmo programa pode, aparentemente, causar «certa estranheza». «Contudo, dois géneros que distam tanto entre si, não só temporalmente pelos estilos claramente opostos, são o melhor modo para transmitir a essência deste concerto: o final de uma temporada, e as perspetivas de uma nova que em breve virá».

Academia de música macaense fundada por padre português apresenta concertos em Lisboa e Açores
Professores e estudantes da Academia de Música S. Pio X, de Macau, vão apresentar em Lisboa e nos Açores três concertos com música coral e instrumental do padre Áureo Castro (1931-1993), fundador da instituição. O padre Áureo da Costa Nunes e Castro chegou a Macau em 1931, tendo ingressado no Seminário Diocesano de S. José com 14 anos. Recebeu a ordenação presbiteral a 8 de Setembro de 1943. Foi professor do Seminário de S. José, capelão e vigário paroquial da Sé, pároco de S. Lourenço e diretor do semanário “O Clarim”, além de ter exercido a docência de Canto Coral e Religião e Moral.

Museu revela papel dos Jesuítas na astronomia e abre terraço para observação dos astros
Henrique Leitão, investigador universitário, apresenta esta sexta-feira uma conferência no Museu de São Roque, em Lisboa, centrada na atenção que os Jesuítas deram à astronomia. Na iniciativa, designada “Olhando as estrelas em São Roque”, o docente da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa explicará como a pesquisa científica da Companhia de Jesus contribuiu para a continuação dos descobrimentos por parte de Portugal.

Papa Francisco vai receber imagem da padroeira do Brasil
O papa vai receber uma imagem de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, durante a viagem ao país, onde chega no dia 22 para participar na Jornada Mundial da Juventude, no Rio de Janeiro. O presente vai ser entregue no Santuário de Aparecida, estado de S. Paulo, mas a imagem virá do Sul de Minas Gerais, esculpida por um santeiro de Campanha: Paulo Henrique Ferreira Pinto, mais conhecido como Sodêm. Entre as muitas encomendas feitas pelo bispo auxiliar de Aparecida, Paulo Henrique recebeu, há dois meses, uma que o deixou em alvoroço: «Ele falou que era um pedido especial, que não era para ficar nervoso».

“Post Tenebras Lux”: Livro de Job inspira filme sem concessões sobre a vida humana | VÍDEO + IMAGENS |
Uma sequência de interpelações à vez enigmáticas, harmoniosas, estridentes, belas, incómodas, tocantes e cruas, que vão ganhando progressivo significado como num puzzle, e que trazem aos nossos dias, à possibilidade simbólica do cinema e à nossa capacidade de reflexão e ascese, o caminho desde a devastadora experiência do mal ou do sofrimento, de que nenhum humano está isento, à portentosa capacidade de superação e transformação, no sentido da transcendência.

Férias: A possibilidade de reencontrar a vida
Este vaivém que julho e agosto introduzem (com viagens mais próximas ou longas, tráfegos de vária ordem, alterações ao quadro de vida corrente…) constitui, para lá de tudo o mais, uma espécie de coreografia interior. Dir-se-ia que a própria vida solicita que a escutemos de outra forma. De facto é disso que se trata, mesmo que se não diga. É com esse imperativo que cada um de nós, mais explícita ou implicitamente, luta: a necessidade irresistível de reencontrar a vida na sua forma pura.

Anúncios