É novo » 12.5.2013

Ser cristão é entrar noutro mundo
Ser cristão é sair da calha social. Sempre o foi. Quando vivemos a fundo a verdade da Fé, entramos num mundo um pouco estranho. Num outro mundo do mundo. Um cristão a sério, um cristão a fundo, torna-se uma pessoa inquietante. Se isto não acontece, é simplesmente porque muitos de nós vamos vivendo o nosso cristianismo a meio gás: praticamos a nossa fé a 50, a 20, a 10 por cento. Assumimos um cristianismo que, no fundo, não passa de um resíduo de si mesmo. Em certo sentido, é compreensível que assim seja: porque é complicado dar o salto decisivo. Nem toda a gente consegue assumir a solidão e o risco necessários para proceder a essa rutura, a essa metamorfose. Contudo, é por esse caminho de perigos que se espreita a felicidade.

A oração «faz-nos sair de nós», lembra papa
«A oração dirigida ao Pai em nome de Jesus faz-nos sair de nós mesmos», afirmou o papa este sábado no Vaticano, a propósito de uma passagem bíblica sobre a Ascensão, solenidade que os católicos em Portugal assinalam este domingo. Cristo, salientou Francisco, apela continuamente à «confiança na sua paixão», na «sua vitória sobre a morte» e nas «suas chagas», resultantes da crucificação. «Onde está a escola onde se ensina a conhecer as chagas de Jesus, estas chagas sacerdotais, de intercessão? Trata-se de um outro êxodo de nós mesmos para as chagas dos nossos irmãos: dos nossos irmãos e das nossas irmãs carenciadas», apontou.

Dia Mundial das Comunicações Sociais: Jesus Cristo, perfil de um comunicador fascinante
Cristo estabelece uma comunicação pessoal, direta, aberta à relação, fundada sobre o «tu» do outro que se encontra com Ele. Não é um guru que profere oráculos, nem um intelectual sofisticado e desdenhoso, nem um mestre esotérico. Além disso, Jesus aprecia tudo o que é concreto e essencial. Não fala por cima do ombro aos seus interlocutores, não se perde em banalidades, mas aponta para as expectativas decisivas, para as perguntas inquietantes, para as verdades últimas que explicam o presente. Cristo é, além disso, um anunciador global: não é um intelectual que confia apenas na mente e nas letras, mas também não é apenas um agente sociopolítico. Palavras e sinais, mensagem e ação, espírito e corporeidade estão unidos entre si numa revelação integral que conhece a proximidade total do outro.

O Segredo de Fátima
Que têm os peregrinos de Fátima? Têm o vento por asas e a lonjura por canto. Têm a conversão por caminho e a prece ardente por mapa. São filhos de uma promessa que se cumpre dentro da vida.

Anúncios