É novo » 11.5.2013

Fátima: destino de vidas, preces e conversões | IMAGENS |
Durante três dias e mais de 60 quilómetros a palmilhar campo e estrada, teve de se despojar de todo o conforto com que vive no dia a dia. Nunca tinha andado tanto na vida. Não se recorda de estar tanto tempo trajada com fato de treino e ténis, sem joias ou maquilhagem. Nunca dividira a casa de banho com ninguém, muito menos experimentara alguma vez tomar duche junto de dez outras mulheres. Mas fê-lo. Nunca lhe passou pela cabeça que um dia dormiria no chão de uma garagem de bombeiros, com o corpo esticado num retângulo de espuma, literalmente encostado às cabeças e aos pés de dezenas de peregrinos. «Pensei em trazer o cartão de crédito, mas se o trouxesse não resistia e caía em tentação.» Apesar do esforço nunca pensou desistir. Há dois anos repetiu que Deus não existe. Não pode existir. Desde que a irmã mais velha morreu no final de uma gravidez, com uma septicemia, a sua fé desmoronou-se. «Mas é impossível viver sem acreditar em Deus.»

Faculdade de Tecnologia acolhe debates sobre relação entre fé e ciência
A primeira sessão do ciclo “Labirinto e Laboratório: o (des)encontro Fé e Ciência” realiza-se a 22 de maio com a intervenção, por videoconferência, de Manuela Veloso, investigadora da Universidade Carnegie Mellon, nos EUA, que reflete sobre “A fé na vida de uma cientista”. “À procura da unidade: análise de sistemas complexos e peregrinar a pé até Fátima” é o tema que Pedro Aguiar Pinto, professor catedrático no Instituto Superior de Agronomia, aborda no mesmo encontro.

Anúncios