Papa Francisco: Não se pode anunciar o Evangelho sem o testemunho coerente da própria vida
«O testemunho de fé acontece de maneiras muito diversas; assim como num grande fresco, há variedade de cores e tons, mas todos eles são importantes, mesmo aqueles que não se destacam. No grande plano de Deus cada detalhe é importante, até mesmo o vosso, até mesmo o meu humilde e pequeno testemunho, até mesmo o testemunho oculto daqueles que vivem a sua fé com simplicidade nas relações familiares quotidianas, relações de trabalho, amizades. São os santos de cada dia, os santos “escondidos”, uma espécie de “classe média de santidade” à qual todos nós podemos pertencer.» Excertos da homilia que o papa Francisco proferiu este domingo na basílica de São Paulo Fora de Muros, em Roma, onde vincou que o anúncio da fé é inseparável de comportamentos coerentes com as convicções cristãs.

Anúncios