É novo » 10.3.2013

A alegria de Deus | IMAGENS |
De que nos fala a parábola do filho pródigo? À primeira vista, podemos pensar no judeu, que permaneceu próximo de Deus, e no pagão, perdido nas regiões e religiões longínquas. Atualizando-a, chegaremos àqueles que fazem parte da Igreja e aos que lhe são estrangeiros. Contudo, o início do capítulo 15 de Lucas não trata de uma pertença a comunidades, mas de publicanos e pecadores de um lado, fariseus e escribas de outro, todos membros do povo judeu, como os dois filhos da parábola são herdeiros do mesmo pai. Traduzamos: aqueles que se referem a Deus e decidem ficar perto dEle e aqueles que abandonaram a fé e a lei do amor.

Testemunhar o bom humor de Deus
«O cristianismo não é propriamente conhecido por ser a religião da alegria, e é uma pena. «O cristianismo seria muito mais credível se os cristãos vivessem em alegria», escreveu Nietzsche, e não podemos dizer que sem razão. O nosso testemunho fica muitas vezes refém de uma gravitas insonsa, de uma seriedade que facilmente se torna em peso. Esquecemo-nos demasiadas vezes do Evangelho da alegria. Tratamo-la com parcimónia. Nas liturgias, pregações, catequeses, pastorais, a alegria, o humor ou o riso são abordados com muita descrição. A alegria tornou-se uma espécie de tópico marginal, ornamento ou sub-tema.» O 4.º Domingo da Quaresma é o chamado Domingo Laetare, ou seja, da alegria.

Santa Marta: a primeira casa do novo papa | IMAGENS |
A Casa de Santa Marta (Domus Sanctae Marthae), no Vaticano, começa a receber na manhã desta terça-feira os 115 cardeais eleitores que na tarde desse dia começam o conclave que vai eleger o sucessor de Bento XVI. O edifício, localizado perto da basílica de São Pedro, foi construído em 1996, sob o pontificado de João Paulo II. Uma das suas finalidades é hospedar os membros do Colégio Cardinalício habilitados a participar no conclave. Nos quatro pisos superiores há 106 suites (cama e estúdio) e 22 quartos “single”, já sorteados pelos cardeais. Entre os quartos há um que se destaca: é aquele onde o novo papa ficará hospedado algumas semanas, dado que os apartamentos pontifícios foram selados após a renúncia de Bento XVI e precisam de algumas reformas.

Quaresma, IV Domingo: Patrística
Do próprio Senhor Jesus Cristo se disse que se fez para nós justiça e sabedoria. Eis que o manjar já está preparado. Cristo é justiça e nunca falta. Esse manjar não nos é preparado por nenhum cozinheiro, nem nos é trazido de além-mar por mercadores, como os frutos exóticos. É alimento que pode ser saboreado por todo aquele que tem sãs as fauces do homem interior. É alimento que, referindo-se a si mesmo, diz: Eu sou o pão vivo que desceu do céu. É alimento que restabelece e que não se acaba. É alimento que não desaparece, quando se consome. É alimento que sacia os famintos e permanece inteiro. Quando fordes daqui para as vossas mesas, não podereis comer nada assim. Ora, uma vez que viestes para receber este manjar, comei-o bem. Mas quando fordes embora, digeri-o bem. Com efeito, come-o bem e digere-o mal, aquele que ouve a palavra de Deus e não a põe em prática.

Anúncios