É novo » 4.1.2013

A relação da Igreja com a Cultura segundo o arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga, nos 25 anos de ordenação episcopal
A Igreja, no seu caminhar cultural e sem se aperceber que estava a cair num reducionismo, procurava transmitir uma única doutrina onde os termos eram especificados com critérios iguais, os argumentos se estruturavam de maneira idêntica e os adversários eram desconsiderados no desmontar das suas objeções. Uma vez adquiridos estes conhecimentos bastava repetir nos exames ou nas pregações. «Este esquema duma “universalidade cultural” está hoje ultrapassado e predomina o paradigma da “pluralidade das culturas”. A Igreja situa-se neste contexto e acredita que este pluralismo não significa relativizar a verdade, desde que seja capaz de afirmar a sua identidade ou diferença e estruturar um pensamento de diálogo com quem pensa diferente. É este o mundo novo que nos toca viver sem criar complexo.

Anúncios