É novo » 14.12.2012

A importância do agora: os desafios de um cristianismo sapiencial (8) | VÍDEO |
«A fé é uma sabedoria que se matura. De que me serve ganhar o mundo se vivo uma vida desencontrada, que não me pertence?» «No conto “O Principezinho”, o protagonista encontra-se com o inventor de pílulas que curavam toda a sede; com elas poupavam-se 12 minutos por dia, o tempo que se leva a beber copos de água.» «Então o Principezinho disse-lhe: se eu tivesse 12 minutos, aquilo que eu fazia era caminhar devagarinho para uma fonte. Seja também isso que fazemos neste Ano da Fé.» Última parte da conferência “A importância do agora: os desafios de um cristianismo sapiencial”, proferida pelo padre José Tolentino Mendonça, diretor do Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura.

O presépio-lapinha madeirense | IMAGENS |
Uma análise, ainda que sumária, dos Presépios e Lapinhas madeirenses, leva-nos à conclusão de que o madeirense, em geral, não se fica pelo presépio clássico, vindo da vivência de Francisco de Assis, mas trata de colocar em cena toda a sua vida, os costumes da sua vida religiosa e social. O lavrador madeirense, sem muito tempo e posses para armar presépios clássicos, arma a Lapinha (designação que faz referência à gruta do nascimento). Coloca, junto da parede da casa fronteira à porta de entrada, uma mesa coberta com a colcha da rede, vermelha e enramada, e estende sobre esta uma toalha branca, cheia de rendas. Na parede, faz um arco com os ramos de alegra-campo, ornado com flores e cadeias de papel de cor.

Anúncios