É novo » 30.6.2010

Portugal: retrato de um país desigual | VÍDEO |
Em 2000, Portugal era o país mais desigual da Europa a 15 e um estudo posterior referia que esse desequilíbrio era 25% superior ao da média europeia, salientou Artur Santos Silva durante a 6.ª Jornada da Pastoral da Cultura. As assimetrias no rendimento são agravadas pelo envelhecimento da população e pelo baixo nível de escolaridade, que é o principal fator de desigualdade.

Heróis não nascem – fazem-se
Quando celebramos o triunfo da graça de Deus em Pedro e Paulo, celebramos igualmente o facto de também nós podermos ser grandes, cada um de acordo com a sua realidade. A festa é também uma oportunidade para afastar todos os falsos medos que nos segredam que nunca sairemos do que somos hoje, todos aqueles medos que nos dizem que nem Deus nos pode fazer crescer interiormente, que nem Deus nos pode tornar grandes.

Igualdade exige educação diferenciada | VÍDEO |
O poema “Igual-Desigual”, de Carlos Drummond de Andrade, pautou a intervenção do cientista Carlos Fiolhais na 6.ª Jornada da Pastoral da Cultura, realizada a 25 de junho, em Fátima. O diretor da Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra começou por citar o P. António Vieira e terminou com a defesa de uma educação e ciência para todos, mas que saiba adaptar-se às necessidades de cada estudante.

Auditório Vita acolhe “Música no Claustro”
Obras de autores antigos e contemporâneos vão ser interpretadas em quatro concertos protagonizados por Artur Caldeira, Ensemble Mi Contra Fa e Ensemble Bonne Corde. Conheça o programa desta iniciativa promovida pela Arquidiocese de Braga.

Diocese de Beja: da conservação do património ao diálogo com a contemporaneidade | VÍDEO |
É uma diocese desertificada onde os recursos não abundam, o que valoriza ainda mais o trabalho que a Igreja de Beja tem vindo a fazer na inventariação, conservação e divulgação do património religioso do Baixo Alentejo. O programa Ecclesia falou com o bispo diocesano e com o diretor do Departamento do Património Histórico e Artístico, que recordam a história deste Organismo e descrevem os projetos em que está envolvido.

Anúncios

É novo » 29.6.2010

Bairro da Cova da Moura: o olhar de Rui Simões | VÍDEO |
“Só a cultura consegue trazer o respeito e a harmonia. Só ela consegue mostrar a riqueza da pessoa em todo o seu esplendor, o que ela tem de melhor. Quando vimos a cultura dos outros, ficamos a respeitá-los, ao passo que se os virmos só a trabalhar, não conseguiremos pensar que não iguais.”

Leitura: Uma atracção irresistível | IMAGENS |
Neste livro, que escrevi para ti, vais conhecer um pouco da minha vida e como Deus agiu em mim para eu ser o que sou hoje, uma monja de clausura. Isto é algo que parece estranho aos olhos de muitos. E é estranho e paradoxal também para mim, que fui ateia convicta e estive afastada da Igreja durante anos. Nunca teria imaginado vir a ser monja. E se alguém mo dissesse, rir-me-ia.

Somos um mundo violento porque afirmamos mais a diferença do que a semelhança | VÍDEO |
Para o economista social Alfredo Bruto da Costa, “não há diferença nenhuma que possa reduzir o sentido profundo da igualdade de filhos de Deus”. “Se levarmos isto a sério – salientou – teremos uma verdadeira revolução.”

Da arte de inventar desculpas
A maior parte das pessoas é razoavelmente dotada na arte de inventar desculpas, seja qual for o assunto. De facto muitos de nós começam cedo, com o cão que comeu o trabalho de casa que nunca existiu ou o irmão mais pequeno que atirou esse mesmo trabalho pela janela do carro quando ia para a escola. Ou talvez com algo tão simples como “Ela obrigou-me a fazê-lo”.

Os vitrais de Sigmar Polke | IMAGENS | | VÍDEO |
Sigmar Polke (1941-2010), considerado um dos maiores artistas alemães contemporâneos, nasceu na Silésia, atual Polónia. No outono de 2009 foram inaugurados doze vitrais do artista criados para a Grossmünster, em Zurique, Suíça. O primeiro dos dois conjuntos compõe-se de sete vitrais realizados com pedras de ágata, montados como um mosaico; o outro, de cinco vitrais figurativos, representa personagens do Antigo Testamento.

Dar sentido a uma capela vazia | VÍDEO |
“A ausência que se me impôs imediatamente foi a luz, ou mais exatamente, a ausência de luz, apenas evocada por um raio de sol esculpido no estuque (…) sobre o altar. Não me dei imediatamente conta da inscrição no centro da nuvem, apenas a sua pintura dourada que, também ela, sugeria a luz, e o triângulo que no seu centro inclui o tetragrama do nome de Deus.”

É novo » 28.6.2010

Reinventar a Igualdade | VÍDEO |
Na perspectiva cristã, não tardou muito a ser compreendida a primeira e última radicação da igualdade, ou seja, o critério divino que se revelou na palavra e na atitude de Cristo. Por isto mesmo as comunidades cristãs, cuja substância consiste na herança e perpetuação dessas mesmas palavra e atitude, devem oferecer à sociedade em geral o ensaio credível de tal convicção. Intervenção de D. Manuel Clemente na 6.ª Jornada da Pastoral da Cultura.

6.ª Jornada da Pastoral da Cultura: narrativa visual | IMAGENS |
Mais de 130 pessoas estiveram na 6.ª Jornada da Pastoral da Cultura, realizada a 25 de Junho, em Fátima, número que ultrapassa em 50% os participantes no encontro realizado em 2009. Veja como foi.

Rezar a Igualdade | ÁUDIO |
A oração da 6.ª Jornada da Pastoral da Cultura, dedicada ao tema “Elogio da Igualdade”, foi preparada pela equipa do Passo-a-Rezar”. O áudio que apresentamos reproduz a meditação rezada durante o encontro.

O poema de Deus
Nunca é de mais sublinhar que é sobre o mundo bíblico e cristão que José Saramago trabalha, com ira e sedução, afastado e, ao mesmo tempo, incapaz de alhear-se definitivamente. Recorrendo a tudo, epifanias e resmungos, preces e chistes, risadas e silêncios intensíssimos, em páginas que, umas vezes, alcançam uma religiosidade que se diria absurda e, outras vezes, incólume.

Saramago e a ficção de Deus
“Disse o insensato no seu coração: não há Deus.” Naturalmente, esta pouco misericordiosa denegação do homem como ser de razão, ou esta terrível ironia divina – como se tivesse adivinhado, como é do seu ofício, a futura ironia do meu amigo Saramago –, é posta no livro sagrado nos lábios mesmo de Deus.

A glória de Deus é o homem vivo, e a vida do homem é a visão de Deus
Participam da vida os que vêem a Deus, porque é o esplendor de Deus que dá a vida. Por isso, Aquele que é inacessível, incompreensível e invisível, torna-se visível, compreensível e acessível para os homens, a fim de dar vida aos que o alcançam e vêem.

Tardes de Setembro: “A Liberdade e a Igualdade em regime cristão”
O Instituto de São Tomás de Aquino realiza em Lisboa e no Porto sessões de estudo com o tema “A Liberdade e a Igualdade em regime cristão”. Conheça o programa.

É novo » 27.6.2010

Deitar a mão ao arado e não olhar para trás
É muito fácil esquecer quem somos e para onde vamos. Em determinadas alturas das nossas vidas, é tudo muito claro. O casal jovem no altar, o padre acabado de ordenar, o jovem sagaz que se dirige à primeira aula na Faculdade de Direito: todos sabem para onde vão; sabem que haverá um preço a pagar e estão prontos a pagá-lo. É tudo muito claro e muito simples.

É novo » 25.6.2010

Hoje a Igualdade tem novos nomes | IMAGENS |
Dizer Igualdade é dizer: Respeito pela Vida; Dignidade; Reciprocidade; Paridade; Parceria; Relação; Encontro na Diferença; Multiculturalidade; Reconhecimento; Interdependência; Assumir de direitos e deveres.

“Três olhares sobre Jesus”: ciclo de cinema e conferência sobre arte e fé religiosa
A iniciativa, que começa a 5 de Julho, inclui a exibição dos filmes “Jesus Cristo Superstar”, “O evangelho segundo São Mateus” e “A Paixão de Cristo”. No dia 9, o bispo do Porto, D. Manuel Clemente, Luísa Almendra, Daniel Serrão e o P. José Alfredo, pároco de Valongo, intervêm no colóquio.

Surpresas de Deus
É difícil imaginar a surpresa que os pais de João Baptista sentiram quando descobriram que Isabel estava grávida. Eles eram velhos, muito velhos! E sem filhos! E de repente, um bebé, e as suas vidas transformaram-se de uma maneira que já não imaginavam.

É novo » 24.6.2010 (2)

Livro do Apocalipse lido por Luís Miguel Cintra
O número sete, número perfeito na tradição judaico-cristã (os sete dias da criação…), é referência permanente. A carga simbólica “corresponde a uma fé gigantesca”, diz Luís Miguel Cintra. “O que me prende é imaginar alguém capaz de escrever um texto destes. Não é o livro da Bíblia que mais me diz em termos religiosos, mas impressiona-me a atitude religiosa de quem o escreveu”.

É novo » 24.6.2010

Mais do que arte, a cultura é aproximação às alegrias e dramas do ser humano | VÍDEO |
Para se fazer entender e ouvir, a Igreja deve acolher “as novas linguagens” e ” criar uma cultura de hospitalidade”: “Não tem de haver uma coincidência total com o que é o ideário e a experiência da Igreja para poder existir diálogo, porque este supõe o caminho, a progressividade, a diferença”.

Se Deus fosse uma verdade explícita, não existia desejo de O procurar
A Igreja ficou sempre partilhada entre um desejo de reconciliação com o cinema ou a decisão de uma ruptura definitiva com uma arte que podia ser perigosa. Em Portugal, durante o regime de Salazar, a relação entre o cinema e a religião foi muito profícua: membros do clero e leigos criaram inúmeros cine-clubes que exibiam filmes proibidos pela censura e promoviam debates sobre as questões de fundo.

Catacumbas revelam imagens que podem ser dos apóstolos Pedro, André e João | IMAGENS |
Os quatro círculos com o rosto dos apóstolos, que incluem a representação de Paulo, têm cerca de 50 centímetros cada. As imagens estão no tecto de uma catacumba romana onde foi sepultada uma mulher nobre que, acredita-se, ter-se-á convertido ao cristianismo no século IV.

Liturgia das Horas: Rezar sozinho é rezar acompanhado
Que posso dizer sobre a minha maneira de rezar o Breviário em solidão? É muito simples. Não tendo a pretensão de ensinar nada seja a quem for, vou dizer em algumas linhas como eu, eremita há onze anos, celebro a Liturgia das Horas em solidão sem nunca estar só.

O árabe aos olhos do artista israelita | IMAGENS |
Numa altura em que as comunidades árabes e judias parecem estar cada vez mais afastadas, o Museu de Arte Nahum Gutman, em Israel, procura estabelecer pontes entre as culturas, através da mostra de peças de arte onde a figura do árabe é proeminente, sem ódios nem raivas, sem mitos nem propaganda.

Presidente da República recebeu Sociedade Bíblica
Cavaco Silva recebeu esta 4.ª feira uma delegação da Sociedade Bíblica, por ocasião do bicentenário da primeira distribuição de Bíblias em Portugal (1809). Durante o encontro foi feita uma exposição de Escrituras com particular significado histórico e entregues alguns exemplares simbólicos ao Presidente da República.